“Machimbomba” é "Maria Fumaça", locomotiva a vapor em nordestês, um anglicismo derivado de “machine bomb”.
Estampa: Joana Lira

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Carnaval repaginado: 2006 - Imaginário armorial

Cavaleiros, donzelas, dragões e peixes alados cresceram e invadiram as ruas do centro do Recife numa verdadeira exposição a céu aberto do mundo mítico de Ariano Suassuna, embasbacando os foliões com suas cores e beleza.

Depois da festa, membros da organização e a própria Prefeitura se viram diante de uma onda de assédio sem precedente por parte de interessados em ficar com as peças, a tal ponto que foi necessário organizar um leilão público para a venda das mesmas!




































Ilustrações: Joana Lira. Personagens inspirados na obra “O Auto da Compadecida”.
Fotos: Tiago Lubambo. Pólo de Todos os Ritmos, Pátio de São Pedro, Coberta de Peixes Voadores. Alameda dos Bichos, Av. Marquês de Olinda. Pólo das Fantasias, Rua do Bom Jesus, Cavaleiros e donzelas, personagens inspirados na obra “A Pedra do Reino”.
Nota: Este material integrou, em parte, a matéria "Alalaô!" publicada na edição nr. 4 de Jan-Fev/10 da revista "LÍCIA".

4 comentários:

Regina Maria disse...

Dulce,
Fantástico seu trabalho em apresentar o lado cultural e lúdico do carnaval pernambucano, mostrando que a festa tem muito mais do que simples folia e histeria coletiva.
Parabéns!
Bjs,
Regina Monteiro

Dulce Vasconcellos disse...

Re, obrigada, vou ficar muito feliz se, com esse material, no próximo Carnaval, eu conseguir atrair para Recife, foliões interessados em ver a decoração da festa!

Gueixa disse...

mas é muito lindo! que rica nossa cultura..!

Dulce Vasconcellos disse...

É isso mesmo Dani, um manancial!